Débitocracia ou de como levar um país à bancarrota

020athens-syntagma-greece--007Distúrbios na Praça Syntagma contra o pacote imposto à Grécia(imagem:http://www.guardian.co.uk/)

Trago este documentário grego que desvela a crise econômico-social pela qual passam os países periféricos da União Europeia, focalizando especialmente a situação da Grécia.

Apesar da orientação nitidamente de esquerda, ainda assim consegue retratar bem os caminhos que levaram a Grécia ao momento em que se encontra. São mostradas como as medidas impostas pelas entidades financeiras da UE (União Europeia) e FMI (Fundo Monetário Internacional) ao contrário do que muitos anunciam, só tendem mesmo levar à bancarrota os países de sua periferia e os deixam cada vez mais sob o jugo de grandes corporações transnacionais, bem como apresenta um breve retrospecto histórico da espoliação exercida por estes grupos em outros países (Iraque, Argentina e Equador).

Nele está exposta a insensibilidade, a cupidez que movem os interesses desses grupos, mas também indica que com a decidida mobilização popular, o monstruoso aparato financeiro pode ser derrotado.

Estou certo de que valerá a pena acompanhar o vídeo.

 

Debtocracy International Version por BitsnBytes

About Ugo Da Montefeltro

A proposta aqui é muito simples. Postarei sobre todo e qualquer assunto que me der na telha, seja local, regional, nacional ou internacional, sempre com o propósito de informar corretamente, instruir, divertir e externar aos leitores minhas (ainda que nem sempre abalizadas e com certeza desimportantes) opiniões, reflexões e impressões. Não é um blog feito por intelectual, cientista, artista, filósofo, economista, geek, nerd ou qualquer outra sumidade em qualquer ramo do saber ou fazer, mas também não é feito por uma besta quadrada. Sou um homem comum, politicamente situado em torno do centro e que acredita antes de tudo no mérito das pessoas. Todo e qualquer comentário será bem acolhido, no entanto, desde logo aviso, aqui comentários inapropriados ou irrelevantes serão deletados sem dó nem piedade. Dúvidas, sugestões, críticas, contribuições e quem sabe, elogios podem ser feitos na caixa de comentários ou através do email: daquivejoomundo@gmail.com Agradeço e muito a sua visita!
Bookmark the permalink.